domingo, 31 de maio de 2009

Adote um Bichinho da PEA

Bom, meu amigo Toquinho já disse que estamos tristes, pois aguardamos uma família há mais de 6 meses. Eu também sou sou jovem, pequenino (6Kg), brincalhão, dócil, carinhoso, manso e companheiro. Já estou vermifugado e esterilizado. Fui resgatado debaixo de chuva, no meio do canteiro central da Marginal Tietê. Estava faminto assustado e com ferimentos pelo corpo. Sou um cachorrinho muito especial, meu queixinho é para frente e meu pescoçinho meio tortinho, daí veio o meu nome Tinho! Meus tios dizem que tudo isso é um charme, e o mais importante é que isso não me afeta em nada. Me divirto muito e sou super carinhoso!
Se você quiser um companheiro pequeninho, acho que posso levar muita alegria para sua casa. Só preciso de um cantinho, carinho e comida!
Se você não puder adotar, por favor, ajude-nos a divulgar!
Precisamos encontrar lares para essas carinhas lindas.
Só assim poderemos ajudar outros bichinhos necessitados.
Todos esses bichinhos foram resgatados das ruas
e estão à procura de uma nova família.
Se você tem muito amor para dar e
quer um bichinho para fazer parte da família,
veja essas carinhas abaixo.
Certamente você irá se apaixonar por um.
www.pea.org.br/bicho

domingo, 17 de maio de 2009

Amor inconfundível.

Alguns dias atrás comemoramos o dia das mães, uma data que simboliza a importância que tem nossas mães em todos os dias de nossa vida.

Um modelo de amor indescritível e indiscutível, aquela que quando caímos amortece a queda nos mostrando que sempre um novo caminho há de surgir, garante proteção mesmo que seja com um simples gesto de se levantar nas madrugadas frias para ver se seus filhos dormem aquecidos Acordam cedo e preparam o café para seus filhos que vão à escola e o marido que vai trabalhar, uma fortaleza intransponível num frágil corpo de mulher, mulher esta que Deus deu-lhe o poder de cuidar e amar ilimitadamente, sacrificando seu corpo ao longo de nove meses e sofrendo a dor de trazer ao mundo uma nova vida.

sábado, 2 de maio de 2009

Uma vida a ser vivida.

Na vida há ocorrências inevitáveis ou simplesmente duvidosas, pois nos deparamos com o desconhecido e vivemos intensamente o ocorrido sem ao menos saber ou inocentemente supor o que acontecerá e quais as consequências pelas quais nossos atos praticarmos.