sábado, 30 de março de 2013

Fuga do medo.

   Sentimos medo do escuro, pois no escuro nos desligamos da matéria e tornamo-nos vulneráveis ao abismo de pensamentos que nos rodeiam, quando bate a insegurança pela sombria escuridão chamamos por algo ou por alguém, nos encolhemos como forma de auto proteção ou simplesmente acendemos uma lâmpada que ilumina o ambiente e materializa tudo aquilo que até então era trevas. Frequentemente as trevas que deixamos fluir em nosso interior deve ser entregue a luz irradiada pelas boas ações de nossa alma para que entendamos como lidar com as divergências em nosso caminho e no caminho de quem cruza o nosso.
Postar um comentário