domingo, 14 de abril de 2013

O valor dos nossos atos


  Num momento oportuno devemos parar e rever o valor que representa nossos atos para construção de um contexto social, devemos conciliar as diferenças e realizar um balanço de tudo aquilo que planejamos, devemos provisionar melhorias que compensem ativamente sobre os nossos objetivos ainda não alcançados, devemos debitar nossas faltas, creditando uma presença mais ativa no meio social e político, devemos estocar a paz no hoje para que haja vida no amanhã, não devemos faturar sozinhos, pois sozinhos não teremos como faturar.
  A provisão da vida é esperar pelo inesperado, estando sempre prevenido para os altos e baixos que estes caminhos incertos nos levam, resguardando-nos e acima de tudo aprendendo a lidar, conciliar e até reconciliar com essas diferenças se assim for necessário.

Postar um comentário